HORA DO CONTO

“Com pozinhos de perlim…pim…pim… No 2.º sábado de cada mês a História é assim…”

Comentários

  1. Petra é uma pequena elefanta que rejeita o seu peso e sonha com um físico diferente.
    Depois das suas expectativas terem ido por água abaixo, após as frustradas tentativas de emagrecer através de métodos que não se adaptavam à sua espécie, a elefanta que ainda conservava a esperança de encontrar a solução para o que considerava «um problema», começa uma viagem que lhe proporcionará um encontro muito especial, divertidas aventuras e, sobretudo, fará com que tome consciência de si mesma, aceite tranquilamente a sua condição natural e perceba o seu corpo de uma maneira objectiva.

    De certa forma, esta história pode ser uma metáfora da cultura actual e a alegoria de uma sociedade que diariamente projecta modelos muito afastados da nossa realidade quotidiana, mas que todos procuramos imitar em vão.
    Neste sentido, o livro propõe uma visão optimista, já que nos transmite a mensagem que a chave para atingir a satisfação pessoal radica na autenticidade, e de que os outros nos aceitam tal como somos.

    A ilustradora austríaca, que tão bem conhecemos dos livros Quiquiriqui e Chocolata, demonstra uma vez mais, e nesta ocasião também como autora do texto, o seu domínio da psicologia infantil. As ilustrações são um contraponto perfeito em relação ao texto: Helga joga com os detalhes e com as personagens secundárias e consegue que em cada novo olhar sobre o livro descubramos uma nova leitura, cada vez mais rica e sugestiva.

    Texto e ilustrações de Helga Bansch
    Tradução Dora Batalim Sottomayor

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares